terça-feira, 16 de setembro de 2008

LHC e buracos negros

Todo mundo agora só fala no tal do LHC (ou grande colisor de hadrons) e nos possíveis buracos negros que ele poderá criar, o que levaria a Terra a destruição. (Como se já não estivéssemos caminhando para a destruição com o aquecimento global. Então, que diferença faz se esse tal de colisor acelerar o processo)?
Piadinhas a parte, andei pesquisando sobre buracos negros e achei algo superinteressante:

Buracos Negros de todos os tamanhos

Existem três tipos de buracos negros: os buracos negros que são produtos da evolução das estrelas, os supermassivos que existem no interior das galáxias e os mini buracos negros que são produtos das colisões de partículas. Todos os três tipos se formam quando a compressão da matéria é tanta que a gravidade fica tão forte que a luz não consegue escapar.

Os buracos negros estelares se formam depois que as estrelas com massa maior do que 5 vezes a massa do Sol explodem em supernova. O caroço que sobra é muito compacto e a densidade é tão alta que os prótons se combinam com os elétrons formando os nêutrons, que se compactam ainda mais até que o caroço vira um buraco negro.

Os buracos negros supermassivos são milhares de vezes mais massivos do que os buracos negros estelares. Eles habitam os núcleos de grande parte das galáxias e até hoje não sabemos ao certo como eles se formam. É possível que eles sejam um produto de muitos buracos negros estelares que se formaram mais ou menos ao mesmo tempo, colidindo entre si e engolfando gás e estrelas da vizinhança. Mas existem também teorias que sugerem que um buraco negro supermassivo pode se formar de uma nuvem gigante de gás durante a formação da galáxia. A nossa galáxia possui um buraco negro modesto no núcleo de cerca de 3,6 milhões a massa do sol. Na animação acima os astrônomos do Max Planck comprovam a existência do buraco negro na nossa galáxia mostrando as órbitas das estrelas ao redor de um objeto massivo (mais info clique aqui, em inglês).

Os mini buracos negros são um pouco diferentes destes outros dois tipos. Por enquanto eles são apenas uma previsão teórica e também são conhecidos como buracos negros primordiais porque teriam existido em grande número logo após o Big Bang. Segundo a teoria, colisões entre partículas de altas energias proporcionariam as condições necessárias para que os mini buracos negros se formassem. Mas, segundo Stephen Hawking, os mini buracos negros evaporariam com muita facilidade, e perderiam energia facilmente, em um processo conhecido como radiação de Hawking. Quanto menor o buraco negro maior a evaporação, ou seja, a vida do mini buraco negro é muito curta, cerca de 0,000000000000000001 segundos. Se o LHC conseguir criar mini buracos negros, eles sumirão quase que instantaneamente não chegando a causar qualquer problema para a Terra. O superinteressante é que, se conseguirmos criar mini buracos negros no LHC, poderemos detectar a radiação de Hawking e avançar mais um pouco no estudo do universo.

Para os que sabem ler em inglês sugiro que leiam a explicação oficial do CERN sobre a segurança do LHC (clique aqui).

Fucei aqui!!!

Não tem pra que ter medinha do LHC. Ao invés de ficarmos esperando no que esse pretensioso projeto vai dar que tal fazermos algo de concreto para parar o que vai realmente influir muito no nosso futuro? (Quer dizer, se é que podemos pensar em um do jeito que as coisas andam).

Tipo, separar o lixo da sua casa para facilitar a coleta seletiva; economizar água, energia, andar mais de bicicleta ou a pé ou em transportes coletivos; cobrar dos politicos medidas que priorizem a preservação dos recursos naturais...

É fácil, não dói e com o tempo você se acostuma.

2 comentários:

Isaac Roxetin disse...

Eu realmente gostaria que esse LHC fizesse um buraco negro imenso e engolisse essa porcaria de planeta d'uma vez. Aí Deus tiraria mais sete dias da sua santa existencia e refazia tudo, só que sem incluir o adão no pacote. perfeito...

ah, e sobre o Hannibal, acho que ele tá mais pra herói favorito do que vilão (6) hehehehe =***

Giuliane disse...

Pois é,quando assisti hannibal eu sentia uma simpatia por ele, cheguei a ficar com pena quando tentaram mata-lo.......rsrsrsrs